Petrobras inaugura planta de GNL em Paulínia no dia 14

A Petrobras inaugura no dia 14 de agosto a planta de Gás Natural Liquefeito (GNL) que instalou em Paulínia (SP). O projeto, que recebeu investimentos de US$ 50 milhões, é uma parceria entre a estatal (40%) e a White Martins (60%) criada há cerca de dois anos para cuidar da distribuição e comercialização de gás.A produção é exclusiva de uma unidade instalada pela White Martins ao lado da Replan. A idéia é que o GNL seja levado para regiões onde hoje o gás não chega, como o interior de São Paulo, norte do Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal e Sul de Minas.A unidade terá capacidade para processar 380 mil metros cúbicos de gás natural por dia. O projeto chegou a ser questionado pela Comgás, detentora da concessão de distribuição no Estado de São Paulo, mas foi aprovado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A cerimônia de inauguração em Paulínia deverá contar com a presença do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e do ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau.

Agencia Estado,

01 de agosto de 2006 | 14h44

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.