Petrobras limita alta da Bovespa

Com volume discreto, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) só não tem alta maior, segundo operadores, porque a sessão é de queda para as ações da Petrobras. Os papéis da Anhangüera Educacional estréiam com uma alta muito forte e as ações da Klabin buscam alguma acomodação depois de terem disparado no início da tarde. Às 16h48, a Bovespa subia 0,22%, aos 44.228 pontos. Os papéis preferenciais da Klabin lideravam os ganhos da bolsa com + 5,94%, depois de ter batido a máxima de +12,4%. As ações da Anhangüera tinham alta de 19,78%. Segundo operadores, a grande procura pelos papéis no mercado se deve à forma como a empresa direcionou a colocação da oferta. Grande fatia teria ficado com a pessoa física, funcionários da empresa e o investidor final. Por conta do preço do petróleo, que fechou em baixa de quase 2%, as ações da Petrobras recuam e seguram o Bovespa: o papel preferencial perdia 1,29% e a ação ordinária, -1,10%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.