Petrobras não convocará assembleia para discutir compra da Eni

Em resposta a pedido de esclarecimentos feitos pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pela Bovespa, a Petrobras divulgou nota em que afirma que a aquisição de 100% ações da Gás Brasiliano Distribuidora, anunciada no último dia 27, ocorreu entre de um contrato de compra e venda firmado entre a Eni International e a Petrobras Gás (Gaspetro).

Agência Estado,

31 de maio de 2010 | 18h44

Como a sua controlada Gaspetro é uma sociedade de capital fechado, a Petrobras esclarece que não haverá convocação de assembleia geral extraordinária (AGE) para discutir a aquisição, assim como a operação não dará qualquer direito de recesso aos acionistas da estatal.

Tudo o que sabemos sobre:
açõesbolsaPetrobrasgás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.