Petrobras revisa para baixo estimativa de produção

A Petrobras reviu para 1,880 milhão de barris por dia a previsão de produção de petróleo para este ano, devido ao menor volume registrado na primeira metade do ano. A previsão anterior era de 1,910 milhão de barris diários, o que indica uma redução de 30 mil barris a menos em relação às projeções iniciais.Conforme dados divulgados hoje pelo diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, a produção no segundo trimestre oscilou em torno de 1,895 milhão de barris diários, praticamente igual aos 1,893 milhão registrados no segundo trimestre do ano passado. Esse volume inclui a produção no mercado interno (1,757 milhão de barris/dia) e no mercado internacional (138 mil barris/dia).Segundo Barbassa, apesar da colocação de novos equipamentos de produção na primeira metade do ano, a empresa teve de fazer paradas em algumas plataformas, o que reduziu a produção em 34 mil barris diários, em relação à previsão inicial. Ao todo, segundo ele, houve nove paradas de plataformas em maio e junho.No mercado internacional, a empresa registrou queda de 15% na produção, que atingiu apenas 138 mil barris diários em média no segundo trimestre, ante os 163 mil barris/dia no segundo trimestre de 2005. Segundo Barbassa, a queda resultou principalmente do novo sistema de produção na Venezuela. Antes, a empresa era dona de 100% dos campos que explorava naquele país e desde primeiro de abril a participação caiu para 40%.Na produção de gás natural, houve queda de 1% no segundo trimestre de 2006 em relação a igual período do ano passado, sendo 282 mil barris equivalentes de petróleo no mercado interno e 96 mil barris no mercado internacional. Somando-se a produção de óleo e de gás natural, a produção total da estatal atingiu 2,273 milhões de barris/dia de óleo equivalente no segundo trimestre deste ano, ante os 2,275 milhões no segundo trimestre de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.