Petrobrás sobe 5% e impulsiona alta da Bovespa

Rumores de reajuste dos combustíveis deram fôlego às ações da estatal; Ibovespa ganhou quase 2% e retomou o patamar de 51 mil pontos

Claudia Violante, da Agência Estado,

22 de agosto de 2013 | 17h34

A BM&FBovespa apenas administrou na tarde desta quinta-feira, 22, os ganhos que assegurou pela manhã, tendo uma sessão vespertina bastante tranquila e com pouca oscilação. Petrobrás continuou como o principal destaque da sessão, com ganhos superiores a 5%, mas Vale, siderúrgicas e OGX também contribuíram para restaurar o patamar de 51 mil pontos.

O Índice Bovespa (Ibovespa) terminou em alta de 1,97%, aos 51.397,66 pontos. Na mínima, o Ibovespa registrou 50.408 pontos (+0,01%), e, na máxima, 51.458 pontos (+2,09%). No mês, o índice acumula alta de 6,56% e, no ano, perda de 15,68%. O giro financeiro totalizou R$ 8,053 bilhões.

A expectativa de que aconteça logo - ou pelo menos neste ano - um reajuste dos combustíveis continuou a impulsionar as ações da Petrobrás, que dispararam mesmo depois de o governo rechaçar que tivesse tratado do assunto nesta quarta-feira, 21. O papel ON saltou 5,33% e o PN, 5,31%, a segunda e terceira maiores altas do Ibovespa.

Vale e siderúrgicas também subiram com bastante força, favorecidas pelas notícias da China. O mercado gostou do resultado preliminar do índice dos gerentes de compras (PMI) da indústria chinesa medido pelo HSBC, que avançou para 50,1 em agosto, em comparação com 47,7 em julho. Vale ON teve valorização de 3,57%, PNA, de 4,15%, Gerdau PN, de 3,93%, Metalúrgica Gerdau PN, de 2,91%, CSN ON, +4,63%. Exceção, Usiminas PNA recuou 0,69%.

BB ON foi o destaque positivo do setor financeiro, com valorização de 3,41%, depois de ter anunciado que postergou participação no aumento de capital do Banco Votorantim. O BB já detém 50% do Banco Votorantim.

OGX ON ficou 10% mais cara e liderou as altas do Ibovespa. Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam no azul, assim como as europeias. O Dow Jones avançou 0,44%, aos 14.963,74 pontos, o S&P teve elevação de 0,86%, aos 1.656,96 pontos, e o Nasdaq subiu 1,08%, aos 3.638,71 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
Bovespa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.