Petrobras tem planos de aderir ao Nível 1 da Bovespa

A Petrobras tem planos de aderir ao Nível 1 da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ainda este ano, disse hoje o gerente executivo de relações com investidores da estatal, Raul Campos. "Hoje, a companhia já tem condições para aderir ao Nível 1. O tema será levado ao conselho de administração ainda no primeiro semestre", explicou o executivo hoje, durante entrevista coletiva à imprensa para a divulgação dos resultados da empresa em 2006. Segundo Campos, a Petrobras só não vai migrar ao Nível 2, porque as regras exigidas para adesão provocam conflitos com a Lei do Petróleo. "A lei diz que a União tem que deter 51% da companhia e, em função disso, o governo cobra da Petrobras certos benefícios. Acontece que, com a adesão, os preferencialistas ganharão direitos que conflitam com a Lei do Petróleo", afirmou o executivo. As empresas que integram o Nível 1 da Bovespa são obrigadas a se comprometer, principalmente, com melhorias na prestação de informações ao mercado e com a dispersão acionária. Já as companhias listadas no Nível 2 têm que se comprometer a cumprir as regras aplicáveis ao Nível 1 e, adicionalmente, um conjunto mais amplo de práticas de governança relativas aos direitos societários dos acionistas minoritários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.