Petróleo amplia alta com ameaça de ataques na Nigéria

Os contratos futuros de petróleo ampliaram esta tarde o movimento de alta e se aproximaram dos US$ 59,00 por barril, em reação às notícias de que militantes nigerianos ameaçam expandir seus ataques para fora da turbulenta região do delta do rio Níger. "A Nigéria é um fator hoje, com certeza", disse um corretor. O movimento de alta do petróleo começou no início da tarde, com operadores comprando contratos de petróleo antes do fim de semana prolongado pelo feriado de segunda-feira nos EUA (Dia do Presidente). Às 15h07 (de Brasília), no pregão viva-voz da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de petróleo para março subiam US$ 0,76, ou 1,31%, para US$ 58,75 por barril, de uma máxima no dia de US$ 58,85. No mesmo horário em Londres, no sistema eletrônico da ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para abril subiam US$ 0,75, ou 1,30%, para US$ 58,34 por barril. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.