Petróleo avança impulsionado por estoques dos EUA

Os contratos futuros de petróleo estão em alta nesta quarta-feira, 5, seguindo os bons resultados dos índices de gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) de serviços na Europa, além do inverno rigoroso nos Estados Unidos, que tem alavancado a demanda por combustível. Na terça-feira, 4, o American Petroleum Institute (API) divulgou um crescimento abaixo do esperado nos estoques da commodity, o que também impulsiona os preços.

EDGAR MACIEL, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2014 | 10h05

Às 9h40, o petróleo para março subia 0,66%, a US$ 97,84 por barril na Nymex. O brent para março estava em alta de 0,06%, a US$ 105,81 por barril na ICE, em Londres.

Os estoques da semana encerrada em 31 de janeiro crescera 384 mil barris, segundo o API. O resultado ficou abaixo da previsão de alta de 1,5 milhão de barris. Enquanto isso, os estoques do petróleo em cushing, ponto de entrega da Nymex, caíram 1,6 milhão de barris.

O ICICI Bank também destacou a queda de 1,5 milhão de barris nos estoques de destilados, que foi influenciado "pelo inverno rigoroso nos Estados Unidos". As tempestades de neve fizeram as temperaturas caírem em muitas partes do país e impulsionou o consumo de combustíveis.

Nesta tarde, o Departamento de Energia dos EUA (DoE, na sigla em inglês) também divulga os estoques da commodity, com previsão de crescimento de 2,2 milhões de barris, muito abaixo dos 6,4 milhões registrados na semana anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.