Petróleo avança por dados da China e estoques dos EUA

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em alta nesta segunda-feira, 15, com os traders pesando dados fracos divulgados pela China em meio à perspectiva de declínio dos estoques de petróleo dos Estados Unidos.

Agencia Estado

15 de julho de 2013 | 16h57

O contrato de petróleo mais negociado, com entrega para agosto, terminou com ganho de US$ 0,37 (0,4%), a US$ 106,32 na Nymex. Na plataforma ICE, o barril do petróleo do tipo Brent para agosto subiu US$ 0,28 (0,3%) e encerrou a US$ 109,09 por barril.

Os contratos futuros passaram a sessão entre perdas e ganhos, em baixa na abertura, após dados da China terem indicado que o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 7,5% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, desacelerando de 7,7% no primeiro trimestre.

Os preços se recuperaram durante o dia, com as atenções se voltando para a probabilidade de outra queda nos estoques dos EUA nos dados desta semana. Os estoques de petróleo caíram mais de 20 milhões de barris nas duas últimas semanas, segundo dados da Agência Internacional de Energia (AIE).

Tudo o que sabemos sobre:
petróleofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.