Petróleo brent atinge menor nível em 13 meses-

Os contratos futuros de petróleo bruto continuam em tendência de baixa nesta quarta-feira, 13, levando o tipo brent ao menor nível em 13 meses, tendo em vista que os mercados continuam bem abastecidos, apesar das tensões geopolíticas no Oriente Médio e no Leste Europeu.

Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2014 | 08h09

O brent tocou o patamar mais baixo desde o início de julho de 2013, após a Agência Internacional de Energia (AIE) reduzir previsões globais de demanda para 2014 e 2015. A Agência também disse que os mercados continuam bem abastecidos, apesar dos eventos no Oriente Médio e na Ucrânia.

O Departamento de Energia dos EUA (DoE) também reduziu sua previsão para o consumo mundial de petróleo em 2014 e 2015, em seu relatório mensal de perspectiva de energia de curto prazo publicado na terça-feira, embora tenha reconhecido uma desaceleração do crescimento da produção de petróleo em parte dos países de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

"O relatório mensal certamente não ajudou o sentimento já pessimista na terça-feira", disse Andrey Kryuchenkov, analista da VTB Capital. "Os participantes do mercado ainda não esperam choques significativos do lado da oferta, apesar de todos os tremores geopolíticos no Iraque".

Na plataforma eletrônica ICE, o brent para setembro chegou a recuar a US$ 102,37 por barril. Às 7h30 (de Brasília), o brent para entrega em setembro caía 0,09%, a US$ 102,93 por barril, enquanto na Nymex, o petróleo para o mesmo mês tinha queda de 0,02%, a US$ 97,35 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobrent

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.