Petróleo cai às mínimas após dados de estoques

Os contratos futuros de petróleo chegaram a reagir em alta aos dados sobre os estoques comerciais norte-americanos, contudo não sustentaram os ganhos e recuaram para as mínimas do dia, com os participantes do mercado digerindo melhor os números. "Eu acredito que as estatísticas vieram na maioria neutras, dando suporte para o petróleo mas pressionando os destilados", disse Eric Wittenauer, da A. G. Edwards. Segundo operadores, a redução nos estoques de gasolina e petróleo foram inesperados, enquanto a queda nos estoques de destilados, que incluem óleo de calefação e óleo diesel, veio em linha com as expectativas, levando os operadores a fecharem posições bullish (de aposta na alta dos preços). Às 14h06, o contrato do petróleo com entrega para março negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) caía US$ 1,17, ou 1,98%, para US$ 57,89. Já o contrato do Brent para abril na ICE londrina caía US$ 1,39, ou 2,36%, para US$ 57,39. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.