Petróleo cai com cautela do mercado e Opep reunida

Os investidores procuram não se arriscar antes da conclusão do encontro da Organização que acontece em Viena nesta sexta-feira, 31

Agencia Estado

31 de maio de 2013 | 08h42

Os contratos futuros de petróleo operam em baixa nesta manhã, com a cautela dominando o mercado enquanto a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) se reúne nesta sexta-feira, 31, em Viena para discutir seu nível de produção.

Os investidores procuram não se arriscar antes da conclusão do encontro, com os preços oscilando dentro de margens relativamente estreitas. De qualquer forma, analistas dizem que é improvável que a Opep anuncie alguma surpresa.

"Que a atual meta de produção, de 30 milhões de barris por dia, será confirmada já foi indicado em comunicados feitos por membros do cartel - principalmente pela Arábia Saudita, que classificou os preços atuais como justos e as condições de mercado como positivas", comentou o Commerzbank em nota a clientes.

Ontem, o último relatório do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano mostrou que os estoques de gasolina dos EUA caíram quase 1,5 milhão de barris na semana passada, bem mais que os 200 mil barris previstos por analistas consultados pela Dow Jones. Os estoques de petróleo, por outro lado, avançaram 3 milhões de barris e atingiram o nível mais alto desde maio de 1931.

Às 8h14 (de Brasília), o contrato do brent para julho caía 0,51% na ICE, para US$ 101,67 por barril, enquanto o petróleo para julho negociado na Nymex tinha queda de 0,59%, para US$ 93,06 por barril. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.