Petróleo cai com incerteza e dados ruins na Europa

Mercado foi afetado por sinais de uma provável continuidade da queda na demanda pela commodity

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

23 de abril de 2012 | 16h52

Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda nesta segunda-feira na bolsa mercantil de Nova York (Nymex), afetados pela incerteza política na Europa e por indicadores econômicos ruins que afetaram os mercados de ações e sinalizaram uma provável continuidade da queda na demanda pela commodity.

O petróleo para entrega em junho recuou US$ 0,77 (0,74%) na Nymex, a US$ 103,11 por barril, depois de ter caído à mínima de US$ 101,82 na sessão. Na plataforma eletrônica ICE, o Brent para junho fechou em queda de US$ 0,05 (0,04%), a US$ 118,71 por barril.

Os contratos de petróleo caíram junto com as ações depois de o índice de ambiente para negócios na França em abril ter ficado no pior nível em seis meses. Na Alemanha, o setor industrial teve em março o pior desempenho desde julho de 2009.

Ao mesmo tempo, a queda do governo da Holanda e a dianteira do candidato socialista François Hollande no primeiro turno das eleições presidenciais na França foram apontadas como sinais de "incerteza" por participantes do mercado.

Nas últimas semanas, o preço das ações tem pesado sobre o do petróleo. Investidores vêm interpretando isso como um sinal de desaceleração do crescimento econômico global e, por consequência, de queda na demanda por petróleo.

"O mercado de petróleo está usando os índices de ações como referência para a demanda futura", disse Phil Flynn, analista de energia da PFGBest em Chicago. "A partir dos indicadores econômicos, o mercado está mais ansioso com o lado da demanda", observou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PetróleoEuropafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.