Petróleo cai com previsão de baixa demanda na aviação

Os contratos futuros de petróleo com vencimento em setembro estão em queda esta manhã, afetados pela descoberta de um plano de atentados terroristas com aviões no Reino Unido. A notícia pode abalar a confiança das pessoas e gerar uma potencial redução na demanda por viagens aéreas, com impacto nas compras de combustível para os aviões. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), o petróleo para setembro caía 1,20% às 9h35, para US$ 75,43 por barril. O preço mínimo até este horário nas operações eletrônicas foi de US$ 75,30. Na ICE Futures Exchange, em Londres, o petróleo Brent para setembro recuava 1,36%, para US$ 76,23 por barril. "As pessoas podem ficar relutantes em viajar ao Reino Unido ou aos EUA com esse tipo de ameaça prolongada", afirmou o assistente de risco do banco Mitsubishi, Anthony Nunan, em Tóquio, para uma agência internacional. "Certamente teremos impacto negativo na demanda, especialmente por combustível para jatos", completou. O Reino Unido e os EUA elevaram seus níveis de alerta em relação ao risco de ações terroristas, com os britânicos colocando o seu nível na categoria mais elevada de uma escala de cinco pontos, indicando que espera um ataque iminente. Em relação ao conflito no Oriente Médio, as notícias seguem indicando uma escalada da agressão. Aviões de guerra de Israel despejaram hoje panfletos na área central de Beirute, no Líbano, ameaçando dar uma resposta "dolorosa e forte" aos ataques do Hezbollah e alertando residentes de três subúrbios do sul para evacuarem a área imediatamente. Segundo o papel, a decisão ocorre após declarações do "líder da gangue" - uma aparente referência ao líder do Hezbollah, Sheik Hassan Nasrallah - que fez um pronunciamento transmitido pela TV na noite anterior. As informações são da Dow Jones e de agências internacionais.

Agencia Estado,

10 de agosto de 2006 | 09h40

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.