Petróleo cai em dia de oscilação em Londres e NY

O petróleo opera em baixa, devolvendo os fortes ganhos registrados mais cedo na esteira da tensão entre o Irã e o Reino Unido. O petróleo Brent, negociado na ICE, em Londres, chegou a superar US$ 69,00 o barril e atingiu US$ 69,14 o barril, nova máxima para 2007 e o preço mais elevado em seis meses. Segundo operadores, o mercado é influenciado também pelo vencimento do contrato de abril da gasolina RBOB (reformulated gasoline blendstock) na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) e pelo fechamento do trimestre, o que causa volatilidade. Segundo Olivier Jakob, da Petromatrix, os operadores estão tendo de fechar seus balanços e avaliar os lucros e perdas do primeiro trimestre, ao mesmo tempo em que ocorre o vencimento dos contratos da gasolina. "Dada a volatilidade, eu acho que devemos considerar uma faixa entre US$ 65 e US$ 68 por barril do WTI", disse. Também afastada do Golfo Pérsico, uma greve nos terminais de Fos e Lavera em Marselha, na França, está atraindo a atenção dos investidores. Às 11h13 (de Brasília), o contrato do Brent para maio negociado na ICE londrina subia 0,22% a US$ 68,03 por barril, abaixo da máxima de US$ 69,14 por barril. O contrato do WTI para maio negociado na Nymex caía 0,50%, para US$ 65,70 por barril, afastado da máxima do dia de US$ 66,40. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.