Petróleo cede após dados de estoques nos EUA

Os contratos futuros do petróleo reagiam com forte oscilação à divulgação de uma queda inesperada nos estoques do produto (bruto) e da gasolina nos Estados Unidos, embora o declínio dos estoques de derivados tenha sido inferior ao previsto na semana passada no país. O contrato para maio do petróleo cedia 0,22%, para US$ 62,20 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Na ICE Futures, ex-International Petroleum Exchange (IPE), o Brent para maio subia 0,47%, US$ 62,42 por barril. Os estoques de petróleo bruto diminuíram 1,3 milhão de barris, para 338,6 milhões de barris, na semana passada no país, conforme relatório do Departamento de Energia dos Estados Unidos (DOE), divulgado hoje. A previsão média de analistas era de crescimento de 2 milhões de barris. Mas os estoques de derivados caíram 800 mil barris, abaixo da redução de 1,9 milhão de barris esperada. Os estoques de gasolina diminuíram 2,3 milhões de barris, enquanto a previsão era de queda de 700 mil barris. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.