Petróleo em queda com foco em negociações sobre abismo fiscal nos EUA

Mesmo com acordo, alta será limitada por causa da relação entre oferta ampla e demanda reduzida

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

31 de dezembro de 2012 | 10h32

Os contratos de petróleo operam em baixa enquanto os investidores se afastam de ativos de risco diante do impasse nas negociações sobre o orçamento dos EUA.

Andrey Kryuchenkov, vice-presidente de pesquisa com commodities da VTB Capital, afirmou que, se as conversas entre os parlamentares norte-americanos forem inconclusivas, o petróleo tipo brent poderá cair abaixo do nível de suporte de US$ 109 por barril e seguir em direção a US$ 107 por barril.

Kryuchenkov destacou que, mesmo se o governo dos EUA chegar a um acordo para evitar o abismo fiscal - aumento de impostos e cortes de gastos -, o potencial de alta para petróleo será limitado por causa da relação atual entre oferta ampla e demanda reduzida.

O mercado de petróleo praticamente ignorou o dado animador sobre a indústria da China divulgado na noite passada. O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial medido pelo HSBC subiu para 51,5 em dezembro, o nível mais alto em 19 meses, de 50,5 em novembro.

Às 10h23 (de Brasília), o brent para fevereiro caía 0,96% na ICE, para US$ 109,56 por barril, depois de perder mais de 1% um pouco antes, e o contrato para fevereiro negociado na Nymex recuava 0,74%, para US$ 90,13 por barril. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.