Petróleo encerra acima de US$ 77, em novo recorde

Os contratos futuros de petróleo fecharam acima de US$ 77,00 o barril pela primeira vez no pregão viva-voz da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), impulsionados pela contínua violência no Oriente Médio, segundo operadores e analistas. Durante as transações eletrônicas do Access da Nymex, os contratos de petróleo para agosto atingiram a marca recorde intraday (registrada durante o pregão, e não no fechamento) de US$ 78,40 o barril. Apesar dos preços terem recuado antes do fechamento, que os analistas classificaram como uma realização de lucro pré-final de semana, os operadores permanecem cautelosos com relação ao conflito no Oriente Médio. "Vimos muitas notícias ruins esta semana e eu penso que as probabilidades de recebermos mais notícias negativas ao longo do final de semana são tão grandes como as probabilidades de termos notícias positivas", disse o presidente da Ritterbusch & Co, Jim Ritterbusch. A escalada dos preços do petróleo começou quando Israel invadiu o Líbano em resposta à captura de dois soldados israelenses pela grupo guerrilheiro Hezbollah. O líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, disse hoje que seu grupo está pronto para uma "guerra aberta" com Israel. O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, prometeu manter a ofensiva contra o Hezbollah até que seja completamente destruído. A caçada de Israel ao Hezbollah no Líbano e ao Hamas na Faixa de Gaza poderá arrastar o conflito por semanas, ou mais, de acordo com alguns analistas. Se não houver uma dramática redução da violência durante o final de semana, os analistas esperam que os preços do petróleo ampliem o movimento de alta para território recorde. "Oitenta dólares o barril é certo", disse o presidente da Cameron Hanover, Peter Beutel. Os preços dos contratos de petróleo para entrega no final deste ano e início de 2007 foram negociados acima de US$ 80,00 o barril pela primeira vez hoje. Com os contratos para entrega para agosto vencendo na próxima semana, os contratos para setembro "poderão subir para onde os contratos dos meses de inverno estão sendo negociados", disse Ritterbusch. Na Nymex, os contratos de petróleo para agosto fecharam a US$ 77,03 o barril, alta de US$ 0,33 (0,43%). A mínima foi de US$ 76,90 e a máxima de US$ 77,95. Em Londres, no sistema eletrônico da ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para agosto fecharam a US$ 77,27 o barril, alta de US$ 0,58 (0,76%). A mínima foi de US$ 76,76 e a máxima de US$ 78,03. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.