Petróleo encerra com preço máximo em 3 meses em NY

Os contratos futuros de petróleo subiram para nova máxima em três meses na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), com os preços fechando pouco abaixo de US$ 63,00 por barril, em meio a crescente tensão internacional envolvendo o Irã e uma forte alta dos preços dos futuros de gasolina, segundo operadores e analistas. Esta segunda-feira foi o quarto dia consecutivo que o Irã mantém sob sua custódia 15 integrantes da marinha britânica, presos no Golfo Pérsico, e isso levou os operadores a precificarem a perspectiva de um impasse prolongado com o Ocidente e a possibilidade de um confronto militar com o país - um rico produtor de petróleo. Os britânicos foram capturados pela força naval iraniana na sexta-feira nas águas disputadas de Shatt al-Arab, no Golfo Pérsico. O Irã sustenta que os britânicos entraram ilegalmente em suas águas territoriais, enquanto o Reino Unido argumenta que eles estavam em águas iraquianas conduzindo uma operação de busca de rotina de um barco. Nesta segunda-feira, o governo do Irã informou que os 15 integrantes da marinha britânica podem enfrentar acusações legais. Os preços do petróleo receberam um impulso adicional da acentuada alta dos futuros de gasolina, que foi desencadeada pelas notícias sobre um incêndio na refinaria Whiting, da BP PLC em Indiana. O incêndio, que forçou a companhia a cortar a produção de 410 mil barris/dia da refinaria, ocorre na seqüência de uma série de problemas em refinarias nos EUA e reforçou as preocupações com relação à oferta do combustível antes do pico da temporada dos meses de verão no hemisfério norte. "Muito do vigor no mercado de petróleo hoje foi por causa da inserção do prêmio-risco Irã, mas metade disso foi por causa do impulso de alta da gasolina", disse o presidente da empresa de consultoria Ritterbusch & Associates, Jim Ritterbusch, em Galena. No pregão viva-voz da Nymex, os contratos de gasolina para abril subiram 694 pontos, ou 3,47%, e fecharam a US$ 2,0677 por galão. No pregão viva-voz da Nymex, os contratos de petróleo para maio subiram US$ 0,63, ou 1,01%, e fecharam a US$ 62,91 por barril. A mínima foi de US$ 62,34 e a máxima de US$ 63,30. Em Londres, no sistema eletrônico da ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para maio fecharam a US$ 64,41 por barril, em alta de US$ 1,23, ou 1,95%. A máxima foi de US$ 63,33 e a máxima de US$ 64,63. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.