Petróleo fecha em alta a US$ 81,25 com vigor das ações

Pela manhã, os contratos de petróleo chegaram a cair até US$ 78,57 por barril em Nova York, e chegaram perto da mínima em três semanas

Suzi Katzumata, da, Agência Estado

22 de março de 2010 | 17h19

Os contratos futuros de petróleo reverteram a fraqueza inicial e fecharam em alta na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) e na ICE Futures, impulsionados pela alta das ações e por um dólar mais fraco. Na Nymex, os contratos de petróleo para abril - que venceram no encerramento do pregão viva-voz - subiram US$ 0,57 (0,71%) e fecharam a US$ 81,25 por barril. Incluindo as transações da plataforma eletrônica, a mínima foi de US$ 78,57 e a máxima de US$ 81,49. Os contratos de petróleo para maio - que assumem o posto de contrato de primeiro mês de vencimento - subiram US$ 0,63 (0,78%) e fecharam a US$ 81,60 por barril.

Na ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para maio subiram US$ 0,66 (0,83%) e fecharam a US$ 80,54 por barril. A mínima foi de US$ 78,00 e a máxima de US$ 80,73.

Pela manhã, os futuros de petróleo chegaram a cair até US$ 78,57 por barril em Nova York, e chegaram perto da mínima em três semanas, refletindo uma postura mais cautelosa dos investidores, que viam a commodity como muito arriscada considerando os temores de que o inesperado aperto monetário da Índia na sexta-feira e a crise da dívida da Grécia vão desacelerar o crescimento econômico. Do fechamento de quinta-feira até a mínima durante o pregão desta segunda-feira, os futuros de petróleo registraram uma queda de 4,4%. 

Contudo, o petróleo iniciou uma recuperação quando o mercado de ações abriu em alta e o dólar passou a recuar frente ao euro. As ações subiram em reação à aprovação da proposta de reforma do setor de saúde pela Câmara dos Representantes na noite de domingo, colocando um fim em um longo período de incerteza. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoNymexbarril

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.