Petróleo fecha em alta, mas dólar forte limita ganhos

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta nesta quarta-feira, 26, recuperando parte das perdas da sessão de terça depois de o Departamento de Energia (DoE) dos EUA informar que os estoques da commodity no país cresceram bem menos do que o previsto. No entanto, o fortalecimento do dólar limitou os ganhos, já que torna os contratos - que são denominados na moeda norte-americana - mais caros.

Agencia Estado

26 de fevereiro de 2014 | 17h57

O petróleo para abril negociado na Nymex subiu 0,79% (US$ 0,76) e fechou a US$ 102,59 por barril. Na ICE, o brent para abril fechou com leve alta de US$ 0,01, a US$ 109,52 por barril.

À medida que o contrato da Nymex se aproxima do patamar de US$ 103 por barril há uma pausa, comentou Tariq Zahir, gerente da Tyche Capital Advisors. "A força do dólar deve limitar o avanço e não nos surpreenderíamos se o petróleo devolver os ganhos que estamos vendo hoje", disse.

O dólar se fortaleceu frente a diversas moedas após a divulgação de um indicador que mostrou que as vendas de moradias novas nos EUA aumentaram mais que o esperado em janeiro e atingiram o nível mais alto em cinco anos.

Enquanto isso, o DoE informou que os estoques de petróleo bruto nos EUA subiram 68 mil barris na última semana, bem menos que o aumento de 800 mil barris previsto. Ontem o Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) anunciou um crescimento de 822 mil barris nos estoques na semana passada, também abaixo do esperado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.