Petróleo fecha em baixa antes dos dados de estoques

Os contratos futuros de petróleo fecharam em leve queda na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) e na Bolsa Internacional de Commodities (ICE, de Londres). O mercado mostrou cautela antes da divulgação dos níveis dos estoques norte-americanos de petróleo bruto e derivados na semana passada, amanhã pela manhã. A expectativa é de que os estoques tenham sofrido uma redução, depois do fechamento parcial do campo de Prudhoe Bay, no Alasca. "A última coisa que qualquer um poderia querer hoje é assumir posições em petróleo e especialmente em gasolina antes da divulgação dos dados dos estoques", disse o vice-presidente para energia da Macquarie Furtures USA, Naumann Barakat. "Com gasolina, vamos nos concentrar nos números da demanda, para ver se ela se manteve. Achamos que os preços da gasolina vão se sustentar, porque o verão ainda não terminou e agora é a época do ano em que os furacões começam a chegar", comentou Mark Waggoner, da Excel Futures. O mercado também está atento à situação no Oriente Médio e ao Irã, que tem até 22 de agosto para responder oficialmente se aceita a proposta da ONU de suspender seu programa nuclear ou sofrer sanções. "O mercado já assume que o Irã vai rejeitar o que foi proposto. O que ainda está cercado de incertezas é qual será a reação dos EUA. Será que temos estômago para nos envolvermos em uma terceira crise no Oriente Médio?", questionou Barakat. Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para setembro fecharam a US$ 73,05 por barril, em queda de US$ 0,48. A mínima foi em US$ 72,82 e a máxima em US$ 73,90. Na ICE, os contratos do petróleo brent para setembro fecharam a US$ 73,80, em queda de US$ 0,50, com mínima em US$ 73,55 e máxima em US$ 74,60. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.