Petróleo fecha em leve alta com violência no Egito

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em leve alta nesta sexta-feira, 16, após uma sessão volátil. Os preços chegaram a máximas próximas de US$ 108 por barril e mínimas de US$ 107, na medida em que os traders avaliam o risco da violência no Egito à oferta de petróleo. O contrato de petróleo mais negociado, com entrega para setembro, ganhou US$ 0,13 (0,12%), fechando a US$ 107,46 o barril. Na semana, a alta foi de 1,14%. Na plataforma eletrônica ICE, o barril de petróleo do tipo Brent avançou US$ 0,80 (0,72%), terminando a sessão a US$ 110,40.

AE, Agencia Estado

16 de agosto de 2013 | 21h36

"O risco parece estar diminuindo um pouco. Apesar da violência no Egito, não há interrupção de oferta", disse o analista Phil Flynn, do Price Futures Group. Pelo menos 37 pessoas morreram em novos choques que aconteceram em diferentes partes do Egito nesta sexta-feira. Dezenas de milhares de integrantes da Irmandade Muçulmana saíram às ruas nesta sexta, em desafio ao estado de emergência imposto pelo governo interino, depois da sangrenta repressão às manifestações pela restauração da democracia no País, nas quais mais de 600 pessoas morreram. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.