Petróleo fecha em queda a US$ 85,64 o barril em NY

Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) e na Intercontinental Exchange (ICE) e o diferencial de preço entre eles ampliou-se para mais de US$ 11 por barril, o maior de todos os tempos. O mercado reagiu a indicadores fracos divulgados nos EUA (o número de pedidos de auxílio-desemprego feitos na semana passada e as encomendas de bens duráveis em dezembro).

RENATO MARTINS, Agencia Estado

27 de janeiro de 2011 | 19h02

Nas últimas semanas, o diferencial de preços entre os contratos do petróleo West Texas Intermediate (WTI), os mais negociados na Nymex, e os do Brent, negociados na ICE, tem se ampliado devido à ampla oferta de petróleo proveniente do Canadá em Cushing (Oklahoma), ponto de entrega do petróleo negociado na Nymex. Na semana passada, os estoques em Cushing cresceram para 37,7 milhões de barris, nível mais alto desde agosto.

Para muitos analistas, esse diferencial de preços, que normalmente fica na casa dos US$ 2 por barril, deverá continuar elevado por bastante tempo, à medida que o mercado se prepara para o início do funcionamento do oleoduto Keystone, da TransCanada, previsto para março; esse oleoduto deverá fornecer mais 150 mil barris por dia de petróleo bruto para os reservatórios de Cushing.

O preço do Brent, por sua vez, não é afetado pelos estoques em Cushing; esse petróleo é produzido no Mar do Norte e é consumido principalmente na Europa.

"O mundo do petróleo está olhando para o Brent como um indicador muito melhor do que está acontecendo na situação global de oferta e demanda de petróleo", disse o analista Dominick Chirichella, do Energy Management Institute. "Acho que o que temos que fazer talvez seja desistir de olhar para o WTI como a referência para comparar as coisas, porque ele se tornou quase irrelevante", opinou Joe Gorder, vice-presidente executivo da refinaria Valero Energy.

Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para março fecharam a US$ 85,64 por barril, em queda de US$ 1,69 (1,94%). Na ICE, os contratos do petróleo Brent para março fecharam a US$ 97,39 por barril, em queda de US$ 0,52 (0,53%). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobarrilNymexBrentICE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.