Petróleo fecha em queda com China e estoque dos EUA

Os contratos de petróleo bruto para fevereiro fecharam abaixo dos US$ 89 por barril e os contratos para março, abaixo dos US$ 90 por barril na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). Operadores atribuíram a queda à preocupação com um possível superaquecimento da economia da China e ao crescimento dos estoques norte-americanos na semana passada.

RENATO MARTINS, Agencia Estado

20 de janeiro de 2011 | 18h53

Os preços do petróleo baixaram depois da divulgação dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) da China no quarto trimestre de 2010, que superaram as previsões; a China também registrou uma aceleração dos preços ao consumidor, alimentando os temores de que os vários apertos monetários anunciados por Pequim tenham sido insuficientes para conter a inflação. "A preocupação é que a inflação esteja saindo de controle, e eles terão de controlar isso. É o que está causando o movimento de vendas de commodities", disse o analista Matt Smith, da Summit Energy.

Nos EUA, o Departamento de Energia (DoE) informou que os estoques norte-americanos de petróleo bruto tiveram um crescimento de 2,6 milhões de barris na semana até 14 de janeiro; os estoques de gasolina tiveram um crescimento de 4,4 milhões de barris e os de destilados tiveram um aumento de 1 milhão de barris. Como os estoques do petróleo West Texas Intermediate (WTI), negociados na Nymex, continuam elevados no ponto de entrega em Cushing (Oklahoma), o diferencial de preços entre o WTI e o Brent continua alto.

"Se entrarmos na temporada de férias de verão com os estoques em níveis superelevados, isso vai conter os preços, mesmo que a situação do crescimento da economia global pareça muito boa", disse o economista-chefe da Prestige Economics, Jason Schenker.

Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para fevereiro (que venceram no fim da tarde de hoje) fecharam a US$ 88,86 por barril, em queda de US$ 2,00 (2,20%); os contratos para março fecharam a US$ 89,59 por barril, em queda de US$ 2,22 (2,42%). Na plataforma ICE, os contratos do petróleo Brent para março fecharam a US$ 96,58 por barril, em queda de US$ 1,58 (1,61%). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobarrilNymexChinaestoqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.