Petróleo fecha em queda com dado ruim dos EUA

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em leve queda nesta segunda-feira, 31, pressionados por um dado decepcionante dos EUA.

STEFÂNIA AKEL, Agencia Estado

31 de março de 2014 | 16h45

O contrato de petróleo para maio fechou em baixa de US$ 0,09 (0,1%), a US$ 101,58 por barril na Nymex. Os preços caíram 1% no mês, mas acumulam ganho de 3,2% no trimestre. O petróleo do tipo brent para maio encerrou em queda de US$ 0,31 (0,29%), a US$ 107,76 por barril na ICE.

O índice de atividade dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial de Chicago, medido pelo Instituto para Gestão de Oferta (ISM), caiu para 55,9 em março, de 59,8 em fevereiro. O resultado veio abaixo da previsão de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, de leve alta do indicador para 60,0.

Analistas também citaram o aparente alívio das tensões com a Ucrânia como um fator que contribuiu para o declínio do petróleo, assim como a crescente produção no Iraque, que atingiu 3,6 milhões de barris por dia - o maior nível em 35 anos.

Segundo analistas, os preços da commodity podem cair por algum tempo, com a falta de um apoio. "Nossos modelos de preço no prazo mais longo envolvem mais possibilidades de queda do que de alta", disse o analista Jim Ritterbusch. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Tudo o que sabemos sobre:
Petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.