Petróleo fecha em queda com realização de lucros

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam em queda nesta sexta-feira, 22, em meio a um movimento de realização de lucros, mas garantiram o primeiro ganho semanal em sete semanas. Os investidores dividiram o foco entre Irã, Federal Reserve e as nove semanas seguidas de alta nos estoques da commodity.

STEFÂNIA AKEL, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES, Agencia Estado

22 de novembro de 2013 | 19h33

O contrato de petróleo para janeiro fechou em baixa de US$ 0,60 (0,63%), a US$ 94,84 por barril na Nymex. Na semana, porém, o contrato avançou 1,1%. Já o petróleo do tipo brent para janeiro encerrou com ganho de US$ 0,97 (0,9%), a US$ 111,05, nível mais alto em mais de dois meses. Na semana, os preços subiram 2,4%.

O brent avançou influenciado pelas perspectivas de que a oferta vinda da Líbia poderá continuar reduzida e por sinais de que as sanções contra as exportações do Irã não serão suspensas em breve.

O Irã continuou a ser um dos principais focos de atenção entre os agentes do mercado. As negociações entre a república islâmica e seis potências mundiais prosseguiram nesta sexta-feira. As conversas com o Irã podem levar à revogação de sanções contra o país, que haviam sido impostas devido ao enriquecimento de urânio de Teerã.

Nos EUA, dados de emprego melhores do que o esperado, divulgados na quinta-feira, podem ter mostrado uma certa recuperação para a economia e ajudaram o contrato do petróleo na Nymex a fechar em alta. Mas a corretora PVM ressaltou que todos os sinais de recuperação no momento são parcialmente contrabalançados por temores de que o apoio do Federal Reserve para a economia será reduzido quando o crescimento retornar de maneira sustentável.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.