Petróleo fecha no maior nível do ano

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam no maior nível do ano nesta segunda-feira, 10, mas a commodity buscou direcionamento durante toda a sessão, em dia de agenda vazia nos EUA. Os traders aguardam dados econômicos e o primeiro pronunciamento de Janet Yellen como presidente do Federal Reserve.

STEFÂNIA AKEL, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES NEWSWIRES, Agencia Estado

10 de fevereiro de 2014 | 19h04

O contrato de petróleo para março fechou em alta de US$ 0,18 (0,18%), a US$ 100,06 por barril na Nymex, encerrando acima de US$ 100 por barril pela primeira vez desde 27 de dezembro. Já o petróleo do tipo brent para março encerrou com queda de US$ 0,94 (0,87%), a US$ 108,63 por barril na ICE.

Após os números fracos do emprego nos EUA, Yellen terá plena atenção dos investidores quando se pronunciar amanhã na Câmara e quinta-feira no Senado. Analistas acreditam que ela deve frisar que a política monetária continuará acomodatícia pelo tempo que for necessário, mas pode minimizar os dados ruins do mercado de trabalho e sua influência na redução gradual de estímulos. Também há expectativa por um esclarecimento da diretriz futura do banco central, uma vez que a taxa de desemprego a 6,6% já está bem próxima do nível de 6,5% a partir do qual o Fed prometeu avaliar um aperto monetário.

Já a turbulência nos emergentes não deve ser mencionada no discurso de Yellen, segundo economistas do Deutsche Bank. "Duvidamos que Yellen discutirá os mercados emergentes no discurso, mas o assunto deve surgir na sessão de perguntas e respostas", afirmaram. "Ela provavelmente vai responder que o Fed está monitorando a situação, mas, neste momento, os acontecimentos não afetam a visão do Fed sobre a economia".

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.