Petróleo fecha no menor nível dos últimos quatro meses

Os contratos futuros de petróleo negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex) fecharam no menor nível dos últimos quatro meses nesta quinta-feira, abaixo de US$ 97 por barril.

Agencia Estado

31 de outubro de 2013 | 18h01

O contrato de petróleo mais negociado, com entrega para dezembro, perdeu US$ 0,39 (0,40%), fechando a US$ 96,38 o barril, menor nível desde 26 de junho. Em outubro, a queda foi de 5,8%, registrando o segundo mês consecutivo de perdas.

Na plataforma eletrônica ICE, o barril de petróleo do tipo Brent para dezembro caiu US$ 1,02 (0,9%), para US$ 108,84. O Brent continua sendo influenciado pelos problemas na produção de petróleo da Líbia, principalmente na região de Sharara. O nível de produção no país caiu para menos de 300 mil barris por dia, cerca de 1 milhão de barris por dia a menos que a média.

Na quarta-feira o Departamento de Energia dos Estados Unidos (DoE, na sigla em inglês) divulgou uma alta de 2,2 milhões de barris, o que aumenta a oferta da commodity e influencia na queda dos preços. A valorização do dólar após a decisão do Fed de manter a política monetária também pesou sobre a commodity.

"O mercado global de petróleo deve se manter em excesso, com a maior parte da nova produção proveniente de países que não são membros da Opep", disseram analistas do ICICI Bank. "Consequentemente, os riscos para os preços do petróleo parecem ser negativos", acrescentaram. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.