Petróleo fecha no nível mais baixo desde 19 de maio

Os contratos futuros de petróleo fecharam em queda na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), mas em alta na Bolsa Intercontinental (ICE, de Londres). Na Nymex, os contratos para o mês mais próximo fecharam no nível mais baixo desde 19 de maio. Na ICE, os contratos do petróleo Brent para outubro recuperaram terreno, depois de terem caído ontem. Analistas atribuíram a baixa dos preços ao fato de a temporada de furacões no Atlântico não ter apresentado, até agora, ameaças à zona de produção do Golfo do México, à probabilidade de que o impasse entre o Irã e os EUA sobre a questão nuclear se arraste por várias semanas e ao anúncio, hoje pela manhã, da descoberta de um grande campo de produção em águas profundas no Golfo do México. "O mundo está bem suprido e eu não me surpreenderia ao ver os preços caírem para a casa dos US$ 65,50 nesta semana. O prêmio de risco está caindo e as pessoas estão operando com base em fundamentos", comentou o operador e analista Addison Armstrong, da TFS Energy Brokers. Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para outubro fecharam a US$ 68,60 por barril, em queda de US$ 0,58. A mínima foi em US$ 68,12 e a máxima em US$ 69,05. Na ICE, os contratos do petróleo Brent para outubro fecharam a US$ 68,09 por barril, em alta de US$ 0,38, com mínima em US$ 67,42 e máxima em US$ 68,80. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

05 de setembro de 2006 | 17h46

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.