Petróleo fecha o dia em queda, mas sobe na semana

O petróleo fechou com queda modesta em Nova York numa sessão volátil, em que os preços foram empurrados para cima pelo fortalecimento do mercado de gasolina e pressionados para baixo pelas perdas das ações norte-americanas. No entanto, o complexo de energia terminou a semana em alta, com a gasolina RBOB (reformulated Gasoline blendstock for oxygenate blending) liderando o movimento. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), o contrato para abril do WTI caiu US$ 0,36, ou 0,58%, e fechou em US$ 61,64. Na semana, o petróleo subiu cerca de US$ 0,30. Na ICE londrina, o Brent para abril caiu 0,58% para US$ 61,75. A gasolina RBOB fechou em queda de 1,13 centavo de dólar, em US$ 1,8988 o galão. O contrato terminou em alta de US$ 0,14, ou cerca de 8%, na semana. Foi a quinta semana consecutiva de ganho nos futuros de gasolina. "O complexo de energia tem estado relativamente positivo, apesar da influência negativa dos mercados globais de ações, por causa do mercado muito altista da gasolina", disse um corretor. O mercado de gasolina tem sido impulsionado por uma série de problemas em refinarias nos EUA, além das paradas previstas para manutenção. Os contratos futuros de gasolina, que iniciaram um rali em 18 de janeiro, subiram esta semana depois que o Departamento de Energia informou que os estoques de gasolina nos EUA declinaram mais do que o esperado, 1,9 milhão de barris, para 220,2 milhões de barris na semana passada, ficando 2% abaixo dos níveis do mesmo período do ano passado. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.