Petróleo futuro sobe com foco na demanda por gasolina

Os preços futuros do petróleo estão em alta hoje nos contratos de maio negociados em Nova York e em Londres, num movimento de ajuste antes dos dados semanais de estoques do produto bruto e de seus derivados nos Estados Unidos. A liquidez desta manhã estava enfraquecida pela ausência dos investidores japoneses do mercado, em razão do feriado do Equinócio Vernal (início da primavera). O ponto principal dos relatórios americanos será o nível de estoques da gasolina. Com o início da primavera e aproximação do verão, começa o aumento de fluxo de carros nas estradas norte-americanas e nos demais países do Hemisfério Norte, elevando a demanda por gasolina. A expectativa para os estoques de gasolina é de declínio de 1,6 milhão de barris. Os relatórios do Departamento de Energia (DoE) e o American Petroleum Institute (API) serão divulgados às 11h30 (de Brasília). "Os estoques de gasolina caíram cerca de 6% desde o início de fevereiro e devem cair ainda mais", disse o vice-presidente de gerenciamento de risco de energia da Fimat USA, John Kilduff. "Os participantes continuam mudando o foco da preocupação com a temporada de inverno para a demanda trazida à gasolina com a temporada de verão, mesmo que o início dessa estação seja só daqui a dois meses", afirmou. Para os estoques de petróleo bruto, projeta-se aumento de 1,4 milhão de barris, enquanto espera-se uma queda de 1,1 milhão de barris nos estoques de destilados - que inclui diesel e óleo para aquecimento. Às 9h22 (de Brasília), o contrato para maio subia 0,89%, a US$ 59,78 por barril, no pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex). Na ICE Futures Exchange (bolsa de petróleo de Londres), o Brent para maio avançava 0,96%, para US$ 60,78 por barril. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.