Petróleo não se sustenta acima de US$ 80,00 até final do ano

Oferta dos produtores de fora da Opep deve subir cerca de 1 milhão de barris por dia

Daniela Milanese, da Agência Estado ,

22 de fevereiro de 2010 | 14h24

O Centro para Estudos de Energia Global (CGES, na sigla em inglês) não acredita que o preço do petróleo conseguirá se sustentar acima de US$ 80,00 até o final do ano. Em relatório deste mês, divulgado há pouco, o instituto com sede em Londres aponta incertezas para o setor, tanto do lado dos fundamentos como das movimentações do mercado financeiro.

 

Apesar da melhora da demanda global, puxada pela China, há poucos sinais de retomada nos Estados Unidos e na Europa. "O frio não deve durar muito além do atual trimestre e há poucos sinais de crescimento do consumo nos países da OCDE", diz o CGES.

 

Além disso, a oferta dos produtores de fora da Opep deve subir cerca de 1 milhão de barris por dia neste ano, contrabalançando a esperada alta da demanda. Para o instituto, o estoque global subirá fortemente no segundo trimestre, após uma queda modesta nos primeiros três meses de 2010.

 

Na Europa, há preocupações sobre o déficit da Grécia e os resultados do PIB aquém do esperado registrados pela Alemanha e Espanha. "Apesar de ainda existir pouca conversa sobre um duplo mergulho recessivo, cresce o temor de que o ritmo da recuperação econômica na zona do euro seja extremamente baixo, elevando o apetite dos investidores pelo dólar", afirma o relatório.

 

Para o CGES, a moeda norte-americana também deve ser fortalecida pela estratégia de saída do Federal Reserve. Segundo o instituto, o movimento surpreendente de alta da taxa de redesconto na semana passada sinaliza que os Estados Unidos começam a apertar a política monetária. "Um aumento de apetite pelo dólar entre os investidores pode começar a colocar pressão de queda nos preços do petróleo."

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoCGES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.