Petróleo opera em alta após dados de importação da China

Os contratos futuros de petróleo operam em alta após dados da China mostrarem que o gigante asiático importou mais volumes recordes da commodity no mês passado. "O foco hoje tem sido os estoques após notícias da madrugada de que os estoques de petróleo bruto da China atingiram um patamar inédito em fevereiro após dois meses de importações recordes", disse Ole Hansen, do Saxo Bank.

Agencia Estado

25 de março de 2014 | 10h21

Hansen também comentou que os últimos dados dos EUA deverão mostrar alta nos estoques do país. O American Petroleum Institute (API) divulga seus números no fim do dia e o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano publica sua atualização na quarta-feira, 26.

Às 9h23 (de Brasília), o brent para maio subia 0,35%, a US$ 107,18 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres, enquanto na Nymex, o petróleo equivalente avançava 0,48%, a US$ 100,08 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.