Petróleo opera em alta com demanda a preços baixos

Os contratos futuros de petróleo operam em alta, nesta segunda-feira, 25, com demanda a preços baixos, após quedas recentes. O movimento de venda havia sido influenciado por preocupações sobre excesso de oferta no mercado.

Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2014 | 09h44

A Líbia disse nesta segunda-feira que operações normais haviam sido retomadas no campo de petróleo de Waha. O passo na recuperação de petróleo do país contrasta com as afirmações de uma milícia islâmica de que tomou o controle do aeroporto de Trípoli no fim de semana.

A oferta atual de petróleo parece ser suficiente para atender à demanda global e produtores, incluindo a Líbia, estão tendo problemas para vender cargas, disse o analista Michael Cohen, do Barclays, em um relatório.

No entanto, os preços do petróleo estão recebendo algum apoio de tensões geopolíticas. Os EUA estão considerando uma campanha militar mais ampla contra militantes do grupo Estado Islâmico no Iraque e na Síria, após a decapitação do jornalista americano James Foley.

Às 9h39 (de Brasília), o petróleo brent para outubro negociado em Londres subia 0,28%, cotado a US$ 102,57 por barril. Na Nymex, o contrato para o mesmo mês avançava 0,15%, a US$ 93,79. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleodemanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.