Petróleo opera em alta de olh em estímulos na China

Os futuros de petróleo operam em alta nesta segunda-feira, 24, diante do aumento das expectativas de que a China vai anunciar mais medidas para reforçar o crescimento depois de um indicador ter sinalizado que a atividade industrial do país perdeu força em março.

Agencia Estado

24 de março de 2014 | 09h17

O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial da China caiu para 48,1 em março, de 48,5 em fevereiro, ficando abaixo das estimativas e atingindo o menor nível em oito meses.

Segundo Flemming Nielsen, analista sênior do Danske Bank na Dinamarca, os dados cada vez mais fracos da China têm aumentado as expectativas sobre o anúncio de novas medidas para impulsionar o crescimento chinês, entre elas, uma possível redução da taxa de juros.

Além disso, os problemas de oferta da Líbia continuam dando sustentação ao petróleo. Às 9h06 (de Brasília), na plataforma eletrônica ICE, o brent para maio subia 0,25%, a US$ 107,19 por barril, enquanto na Nymex, o petróleo para o mesmo mês avançava 0,44%, a US$ 99,90 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.