Petróleo opera em alta de olho nos estoques de Cushing

Os futuros de petróleo operam em alta, à espera de dados que podem mostrar uma nova queda nos estoques dos Estados Unidos e também sustentados por fatores geopolíticos. Investidores preveem que os estoques de petróleo em Cushing, ponto de entrega física dos contratos negociados na New York Mercantile Exchange (Nymex), provavelmente caíram na semana passada, após a queda verificada na semana anterior. Recuos nos estoques costumam dar sustentação aos futuros, uma vez que sinalizam demanda mais forte. O Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano divulga seu relatório semanal sobre os estoques dos EUA às 11h30 (de Brasília).

Agencia Estado

21 de maio de 2014 | 09h46

Segundo Ole Hansen, analista do Saxo Bank, a crise na Ucrânia e os últimos episódios de violência na Líbia mantêm limitados os riscos de baixa para os preços do petróleo. Às 9h36 de (Brasília), o petróleo para julho negociado na Nymex subia 0,69%, a US$ 103,04 por barril, enquanto o brent para o mesmo mês avançava 0,22%, a US$ 109,93 por barril, na plataforma eletrônica ICE. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoestoques

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.