Petróleo opera em direções divergentes nesta 4ª feira

Os contratos futuros de petróleo operam em direções divergentes nesta quarta-feira, 30, com alta em Londres e baixa em Nova York, em meio a notícias sobre a redução da oferta da commodity na Líbia e antes dos últimos dados de estoques dos EUA.

Agencia Estado

30 de outubro de 2013 | 10h48

O brent continua sendo sustentado pela queda de mais de 90% nas exportações líbias de petróleo, disseram analistas do Commerzbank, acrescentando que a situação no país "não deve se normalizar tão cedo".

Na Nymex, o petróleo vem perdendo terreno desde as primeiras horas da manhã, à espera do relatório semanal do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano sobre os estoques dos EUA. Em média, analistas estimam que houve aumento de 2,2 milhões de barris nos estoques de petróleo na semana passada.

Os estoques robustos dos EUA e o período de manutenção nas refinarias estão pesando mais nos contratos negociados em Nova York do que no brent, que, por sua vez, é mais suscetível a pressões geopolíticas.

Às 10h26 (de Brasília), o brent para dezembro avançava 0,09%, a US$ 109,11 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres, enquanto o petróleo com vencimento para o mesmo mês registrava baixa de 0,85%, a US$ 97,37 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoLíbiaoferta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.