Petróleo opera em queda com fortalecimento do dólar

Os contratos futuros de petróleo operam em queda nesta quinta-feira, 31, diante do fortalecimento do dólar, que diminui a atratividade pela commodity entre detentores de outras moedas. A tendência de alta na divisa norte-americana ocorre em resposta a indicadores positivos da economia dos Estados Unidos, como o crescimento acima do esperado do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre.

Estadão Conteúdo

31 de julho de 2014 | 08h14

O movimento desvalorização nos preços de petróleo é registrado apesar das tensões entre países do Ocidente e a Rússia, segundo a JBC Energy. Os mercados podem estar "esperando para ver", disse Thina Saltvedt, analista sênior de petróleo no Nordea Bank, acrescentando que muitos estão tentando descobrir por que os preços estão para baixo, em vez de refletir o risco para a oferta associado às sanções contra a Rússia.

"Os investidores estão um pouco céticos em relação a todos os tipos de ativos de risco, porque eles não sabem como a Rússia irá reagir às sanções", disse ela.

O risco de calote por parte de Argentina também pode estar adicionando alguma hesitação ao sentimento geral do mercado. "Os investidores estão esperando para ver quem vai salvar a Argentina, quem vai reestruturar a sua dívida para que eles possam voltar" a se recuperar, disse Saltvedt.

Às 8h04 (de Brasília), o petróleo brent para setembro perdia 0,27%, a US$ 106,22 por barril. Na Nymex, o petróleo tinha queda de 0,73%, a US$ 99,54 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleodólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.