Petróleo opera perto da estabilidade

Os contratos futuros de petróleo operam perto da estabilidade nesta terça-feira tendo em vista que interrupções na oferta da commodity vinda do Iraque permaneceram mínimas e os agentes do mercado que apostavam em preços mais altos começaram a duvidar da possibilidade de fortes ganhos adicionais.

Agência Estado

24 de junho de 2014 | 08h45

A posição comprada líquida, ou apostas de que o preço do petróleo bruto vai subir, se aproximaram de recordes tanto no mercado dos EUA quanto no Brent europeu nesta semana. Isso pode ter ido longe demais, disse Ole Hansen, analista de commodities do Saxo Bank.

Quando insurgentes passaram a atacar cidades no Iraque, o mercado de petróleo disparou em antecipação a um corte no fornecimento. Mas os campos de petróleo do país permanecem inalterados e pouca interrupção na oferta se materializou.

"Os investidores têm se deixado levar um pouco aqui. A probabilidade de uma correção está crescendo", disse Hansen.

Analistas do Commerzbank disseram que parte do enfraquecimento nos preços do petróleo sinaliza também uma realização de lucros.

Às 7h45 (de Brasília), o contrato de petróleo com entrega para agosto subia 0,08%, a US$ 106,25 por barril na Nymex. O brent avançava 0,06%, a US$ 114,19 por barril na ICE. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.