Petróleo opera volátil à espera de dados de estoques

Os contratos futuros do petróleo registram volatilidade nas operações que antecedem a divulgação dos níveis dos estoques norte-americanos de petróleo, prevista para às 13h30 (todos os horários são de Brasília). Antes das 13 horas, os contratos negociados na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) operavam em alta, devolvendo a queda do começo do dia, mas o movimento não se sustentou. Às 12h56, o contrato de abril negociado no pregão viva-voz da Nymex caía 0,12% para US$ 60,00 o barril; no eletrônico cedia 0,02% para US$ 60,06 o barril. Na plataforma ICE, de Londres, o contrato de mesmo vencimento operava em alta de 0,29% para US$ 59,52 o barril. Alguns analistas não apostam em manutenção dos ganhos, avaliando que a alta de ontem foi excessiva e citando notícias de que a refinaria TEPPCO irá retomar suas operações no sábado. Ontem, parte da alta do petróleo foi atribuída ao anúncio pela TEPPCO Partners de que um vazamento num oleoduto entre a Costa do Golfo dos EUA e Nova York a obrigou a paralisar o transporte de 60 mil barris/dia de produtos refinados. Hoje, entretanto, a companhia disse que retomará as operações do oleoduto no sábado. Analistas consultados pela Dow Jones Newswires esperam aumento de 700 mil barris nos estoques de petróleo, de 100 mil barris nos estoques de gasolina e uma queda de 2,8 milhões nos estoques de destilados, categoria na qual se encontra o óleo para calefação. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.