Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Petróleo recua a US$ 111,75 o barril em NY

Às 12h58 (horário de Brasília), o contrato recuava 0,48%, para US$ 111,75 o barril, na Nymex

Cynthia Decloedt, da Agência Estado ,

25 de abril de 2011 | 13h14

Os contratos futuros de petróleo registram perdas nesta tarde, com os investidores realizando lucros após a commodity ter atingido sua maior cotação em dois anos e meio no começo do dia. A manutenção das perdas do dólar nos mesmos níveis do início da manhã favoreceu a realização, que teve seu efeito ampliado pela baixa liquidez causada pelo feriado de Páscoa nos mercados europeus.

O contrato futuro do petróleo WTI com vencimento em junho chegou a atingir US$ 113,48 o barril na máxima do dia, a maior cotação em dois anos e meio. Às 12h58 (horário de Brasília), o contrato recuava 0,48%, para US$ 111,75 o barril, na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês). Já o contrato futuro do petróleo tipo Brent atingia US$ 123,13 o barril na plataforma ICE de Londres, em queda de 0,68%.

"Atingimos essa máxima e acredito que nesse estágio não há muito que nos leve para mais longe hoje", disse o estrategista da empresa de consultoria de petróleo Oil Outlooks and Opinions, Carl Larry. "Muitas pessoas dizem que estão tirando parte do risco da mesa." Investidores acrescentaram que o mercado está na expectativa da reunião de dois dias do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), que termina na quarta-feira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobarrilNYLondres

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.