Petróleo recua em Londres e NY pressionado por ações

Os contratos futuros de petróleo recuaram mais de US$ 1,00 durante a sessão para o menor nível em seis semanas, pressionados por vendas por motivos técnicos e pela queda das ações. O contrato de abril do WTI na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) caiu abaixo do suporte de US$ 57,00 o barril e atingiu a mínima de US$ 56,17, uma queda de US$ 1,38 e o menor preço para o primeiro contrato futuro desde 31 de janeiro. "O mercado de ações está tendo uma grande influência nos preços do petróleo", disse o vice-presidente sênior da corretora Man Financial, de Nova York, Andy Lebow. O índice Dow Jones estava em queda de cerca de 40 pontos (0,3%) na altura do fechamento do petróleo, depois de ganhar mais de 40 pontos no início do dia. Na Nymex, o barril para abril do WTI terminou em baixa de US$ 0,44, ou 0,76%, em US$ 57,11. Na ICE londrina, o contrato para maio do Brent fechou com recuo de US$ 0,29, ou 0,48%, em US$ 60,39. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.