Petróleo reduz alta após relatório de inflação dos EUA

Os contratos futuros do petróleo reduziram a alta após a divulgação do relatório sobre os preços ao consumidor nos EUA, o qual aumentou a probabilidade de continuidade do processo de aperto no juro norte-americano e conseqüente desaceleração da economia. Às 9h51 (de Brasília), o contrato de julho do petróleo negociado no pregão eletrônico da Nymex subia 0,19%, para US$ 68,69 o barril. Na plataforma ICE, de Londres, o contrato de julho operava em alta de 0,07%, a US$ 66,97 o barril. O mercado de petróleo pode registrar alguma volatilidade às 11h30, com a divulgação dos relatórios sobre os níveis dos estoques norte-americanos até a semana passada. Os especialistas estimam que os estoques de petróleo ficarão estáveis, enquanto de gasolina e derivados registrem aumento. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.