Petróleo sobe 0,36% e fecha a US$ 88,02 o barril em NY

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta, em reação a mais um indicador econômico positivo nos EUA: o índice de indicadores antecedentes de novembro, que superou as previsões. A aprovação do projeto de prorrogação dos cortes de impostos pela Câmara dos EUA, na madrugada desta sexta-feira, também alimentou o otimismo quanto à perspectiva da economia.

RENATO MARTINS, Agencia Estado

17 de dezembro de 2010 | 19h00

"O mercado está sem dúvida numa fase de demanda, fundamentalmente", disse Tony Rosado, da GA Global Markets. Sobre a prorrogação dos cortes de impostos, o presidente da Excel Futures, Mark Waggoner, disse que "se eles não aprovassem esse projeto, a teoria é que a economia se desaceleraria, e isso deprimiria a demanda por petróleo bruto".

Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos de petróleo bruto para janeiro, que vencem na próxima segunda-feira, fecharam a US$ 88,02 por barril, em alta de US$ 0,32 (0,36%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para fevereiro fecharam a US$ 91,67 por barril, em alta de US$ 0,07 (0,08%). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobarrilNymex

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.