Petróleo sobe à espera de números de estoque nos EUA

Os futuros de petróleo operam em alta, com os investidores à espera da atualização de dados sobres os estoques dos Estados Unidos e acompanhando a situação na Ucrânia e Líbia. No final da tarde, o American Petroleum Institute (API) divulga seus números semanais sobre os estoques norte-americanos. Segundo TIM Evans, analista do Citi Futures, o relatório pode mostrar uma recuperação nas importações de petróleo dos EUA, do menor nível registrado desde janeiro de 1997, mas a operação nas refinarias também pode ter se intensificado uma vez que os estoques comerciais de petróleo recuaram entre 2 milhões e 3 milhões de barris. Quinta-feira, 28, saem os dados oficiais de estoques, publicados pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano.

Agencia Estado

28 de maio de 2014 | 07h57

As tensões na Ucrânia, que hoje registra mais um dia de violência entre forças militares e rebeldes pró-Rússia no leste do país, tendem a sustentar os preços da commodity.

Além disso, dois grandes campos de petróleo da Líbia continuam fechados, apesar do anúncio feito semanas atrás pelo governo local de que disputas com insurgentes haviam sido solucionadas e que as operações seriam retomadas. O impasse reduziu a produção líbia a apenas 160 mil barris por dia, bem abaixo da capacidade do país.

Às 7h51 (de Brasília), o brent para julho subia 0,17%, a US$ 110,21 por barril, na plataforma eletrônica ICE, enquanto na Nymex, o petróleo para o mesmo mês também avançava 0,17%, a US$ 104,29 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.