Petróleo sobe a US$ 113,93, mais alto desde 22/9/2008

Na ICE, os contratos do petróleo Brent para junho fecharam no nível mais alto em três semanas, a US$ 125,89 por barril, em alta de 0,70%

Renato Martins, da Agência Estado ,

29 de abril de 2011 | 17h50

Os contratos futuros de petróleo fecharam no nível mais alto desde 22 de setembro de 2008 em Nova York. A alta foi liderada pelos preços da gasolina, que subiram pelo sétimo dia consecutivo, com ganho acumulado de 7,2% nesse período. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de gasolina para maio, que venceram após o fechamento, chegaram ao fim do dia no nível mais alto desde 14 de julho de 2008; caso esse nível se sustente, o preço da gasolina no varejo nos EUA poderá superar a marca recorde de US$ 4,11 por galão (um galão equivale a 3,79 litros).

Operadores disseram que a debilidade contínua do dólar no mercado de moedas contribuiu para a alta de preço do petróleo. "Aqueles que apostam na alta estão no comando, e eles continuam a puxar os preços para cima", afirmou o corretor e analista Gene McGillian, da Tradition Energy.

Em entrevista à Dow Jones, o economista-chefe da Agência Internacional de Energia (AIE), Faith Birol, disse que "estamos agora numa zona de perigo em relação aos preços e a como a economia está reagindo". Para ele, as refinarias deverão elevar sua demanda por petróleo bruto em até 3 milhões de barris por dia nos próximos meses, por causa da temporada de férias de verão no Hemisfério Norte, e os preços do petróleo deverão subir ainda mais, a não ser que os países produtores aumentem a oferta. Birol também disse que os preços do petróleo Brent estão refletindo melhor o custo global do petróleo do que o West Texas Intermediate, negociado em Nova York.

Na Nymex, os contratos de petróleo bruto para junho fecharam a US$ 113,93 por barril, em alta de US$ 1,07 (0,95%). Os contratos de gasolina para maio fecharam a US$ 3,4648 por galão, em alta de US$ 0,0350 (1,02%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para junho fecharam no nível mais alto em três semanas, a US$ 125,89 por barril, em alta de US$ 0,87 (0,70%). As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleobarrilgasolinaNymex

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.