Petróleo sobe a US$ 76,54 puxado por ganho das ações

Contrato para agosto chegou a US$ 77,69, mas cedeu após dado ruim nos EUA

Álvaro Campos, da Agência Estado,

19 de julho de 2010 | 18h01

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta, acompanhando o avanço dos mercados de ações norte-americanos. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos da commodity com entrega para agosto - que expiram amanhã - subiram US$ 0,53, ou 0,70%, a US$ 76,54 o barril. Os contratos com vencimento em setembro, de maior liquidez no momento, fecharam com alta de US$ 0,52, ou 0,68%, a US$ 76,90 o barril. Na plataforma ICE, o petróleo do tipo Brent com entrega para setembro avançou US$ 0,25, ou 0,33%, a US$ 75,62 por barril.

Os futuros de petróleo se movimentaram em linha com o avanço do mercado de ações, que tem guiado a commodity a maior parte deste ano, com os operadores tentando avaliar o ritmo da recuperação econômica. O contrato do petróleo para agosto teve forte alta no começo da sessão, chegando a US$ 77,69 por barril, mas depois cedeu parte dos ganhos por conta de um dado ruim sobre a confiança das construtoras norte-americanas, que caiu para o pior nível desde abril do ano passado e prejudicou as bolsas.

A insistência do petróleo em seguir as bolsas faz os analistas questionarem se as mudanças nos números da oferta e da demanda, como o relatório semanal do governo dos EUA sobre estoques, podem provocar mesmo uma reação. Na quarta-feira, o Departamento de Energia (DOE) deve divulgar que os estoques de petróleo bruto tiveram uma queda de 1,1 milhão de barris, acreditam os analistas ouvidos pela Dow Jones. Mas os estoques ainda permanecem bem acima da média. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoaçõesbarrilNymex

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.