Petróleo sobe acima de US$ 60 em Nova York

Os contratos futuros de petróleo oscilam acima de US$ 60,00 por barril na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), o que não ocorria há mais de uma semana, impulsionados pela alta dos futuros de gasolina RBOB (reformulated blendstock for oxygenate blending), num movimento orientado pelas notícias de vazamento de oleoduto e problemas em refinarias, segundo operadores e analistas. Um oleoduto de produtos refinados TEPPCO, que sai da Costa do Golfo para o Meio-Oeste, de onde segue para o leste, para a Pensilvânia e Nova York, foi fechado por causa de um vazamento. A paralisação ocorreu depois da Valero ter informado na noite de ontem que sua refinaria McKee, no Texas, não poderá voltar a operar por pelo menos mais várias semanas. A refinaria, com capacidade de 158 mil barris/dia, foi fechada após um incêndio. "O petróleo bruto está seguindo os produtos, que estão subindo com todos os problemas que estamos tendo nas refinarias e no oleoduto", disse Michael Cambria, da PNDR Energy Group em Nova York. Às 16h38 (de Brasília), no pregão viva-voz da Nymex, os contratos de gasolina RBOB para março estavam na máxima a US$ 1,7050 por galão, em alta de 559 pontos, ou 3,39%, para US$ 1,6980 por galão. Os contratos de petróleo para abril também estavam na máxima a US$ 60,45 por barril, em alta de US$ 1,60, ou 2,72%. No mesmo horário, em Londres, no sistema eletrônico da ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para abril subiam US$ 1,77, ou 3,02%, para US$ 59,72 por barril. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.