Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Petróleo sobe antes da temporada de viagens nos EUA

Os contratos futuros de petróleo superaram US$ 71,00 o barril, numa recuperação sobretudo técnica que colocou em evidência a crescente volatilidade do mercado antes do verão (no hemisfério Norte). A gasolina liderou a alta, após notícias de problemas em refinarias. O contrato para julho do petróleo na New York Mercantil Exchange deu um salto de US$ 1,46, ou 2,49%, para fechar em US$ 71,32 o barril, depois de cair US$ 1,90 na quarta-feira. O óleo de calefação, no contrato de junho, subiu 5,40 centavos de dólar para US$ 1,9942 o galão. O contrato de junho de gasolina avançou 8,54 centavos de dólar para US$ 2,1044 o galão. A sessão foi caracterizada por baixos volumes, o que exagerou o movimento dos preços. O mercado fecha mais cedo amanhã e continuará fechado na segunda-feira por causa do feriado do Memorial Day (em memória dos mortos nas grandes guerras), que também marca o início extra-oficial da temporada de viagens de verão. Um dia depois de os dados mostrarem que os estoques de gasolina subiram pela quarta semana consecutiva, os temores com escassez de oferta no verão retornaram com notícias de falhas em refinarias divulgadas no fim da quarta-feira. O Sistema de Refinarias de Pasadena fechou temporariamente uma unidade produtora de gasolina depois que a refinaria de Pasadena, Texas, com capacidade para 100 mil barris por dia, sofreu um erro operacional. Além disso, a refinaria Murphy Oil, fechada desde o furacão Katrina, pode não retomar as operações normais até o fim de junho, um mês depois do esperado, segundo um relatório do JP Morgan. As informações são da agência Dow Jones.

Agencia Estado,

25 de maio de 2006 | 17h15

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.